Menu

Mais resultados ...

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Search
Close this search box.
PUBLICIDADE

Gato pode comer gelatina? Entenda o que você pode ou não oferecer!

Os gatos são bichinhos cheios de personalidade e que adoram ser mimados. Os petiscos são ótimas opções para agradá-los e variar a dieta. Além de patês e biscoitos, há muitas dúvidas sobre o que os felinos podem comer. Então, será que gato pode comer gelatina?

Para humanos, existem vários tipos e sabores de gelatina, mas será que o bichano também pode comer essa sobremesa? Confira se gato pode comer gelatina!

Gato pode comer gelatina?

A gelatina é famosa por ser ótima para a saúde dos humanos, principalmente quando o assunto é colágeno. Sim, você pode dar gelatina para gato! Porém, ela deve ser incolor e sem sabor.

As gelatinas que os humanos estão acostumados a comer oferecem uma variedade enorme de cores e sabores, mas os bichanos não podem consumi-las.

Isso porque esses produtos são cheios de corantes e açúcares que podem causar sérios problemas de saúde nos gatinhos. Além disso, alguns contêm xilitol, um adoçante natural, mas totalmente tóxico para gatos.

Ao comer esse tipo de gelatina colorida, com sabores e aromatizantes artificiais, o pet pode desenvolver alergias, intolerâncias e até ganhar peso excessivamente, o que pode se tornar um problema ainda maior ao longo do tempo.

Então, quando for oferecer gelatina para o seu bichano, lembre-se de escolher sempre as gelatinas sem sabor e cor. Além disso, verifique os ingredientes e escolha o produto com menos componentes artificiais for possível.

Como oferecer gelatina para o gato

Como a gelatina para gato é oferecida sem sabor e cor, muitas vezes, pode não ser muito apetitosa. Então, você pode incrementar esse petisco de algumas formas para deixá-lo mais atrativo para seu pet. Veja alguns exemplos:

  • ração úmida: misture a gelatina com um pouco de ração úmida para gatos. Além de complementar o petisco, ela dá mais sabor;
  • caldo natural sem tempero: aproveite o caldo de carne sem tempero para fazer a gelatina. Esse modo de preparo também deixa o petisco mais saboroso para o bichano;
  • frutas: use frutas que seu gatinho já está acostumado para preparar a gelatina e dar aquele sabor natural a ela. Lembre-se de verificar se a fruta é segura e permitida para gatos;
  • moderação: é bom ressaltar que a gelatina deve ser oferecida apenas como petisco, nunca como parte principal da refeição do gato. Isso significa que ela deve ser servida esporadicamente;
  • bons ingredientes: antes de oferecer o petisco, verifique a lista dos ingredientes para ver se todos são permitidos para a dieta do seu felino. Não deixe de consultar um veterinário para receber indicações sobre esse petisco e opte por produtos especiais para gatos.

Quais são os benefícios da gelatina para os gatos?

Para os humanos, a gelatina traz inúmeros benefícios. Com os bichanos, não é diferente. Entre eles, está o auxílio na hidratação dos gatos, já que eles não costumam tomar muito líquido. Além disso, o famoso colágeno é importante para os felinos, ajudando a ter articulações, pele e pelos mais saudáveis.

A gelatina também é um alimento sem gordura, o que ajuda a manter a dieta do bichano mais equilibrada. Esse petisco também é rico em aminoácidos, que colaboram para a energia do felino, deixando-o mais disposto. Além de tudo isso, auxilia na saúde neurológica do pet.

Outros tipos de petisco para oferecer ao gato

Agora que você sabe que gato pode comer gelatina, existem outros petiscos que podem complementar e ajudar na dieta do bichano. As rações úmidas são as mais famosas e podem ser misturadas com a seca para gerar uma refeição diferenciada. Os biscoitos e os sticks também são petiscos mais práticos.

Além dos industrializados petiscos para gatos, os pets podem comer carne de frango, fígado e outros miúdos, peixe desfiado e sem espinhos, ovos cozidos, brócolis cozido e iogurte desnatado. Lembrando que esses petiscos não devem ser temperados.

Também vale destacar que os petiscos não devem ser oferecidos com frequência, pois isso pode oferecer problemas de saúde para o seu bichano. A ração para gatos já faz todo o trabalho de nutrição dos bichanos. Além de regular a constância, evite ao máximo oferecer alimentos com muitos componentes artificiais, como temperos, sal, açúcar ou gordura.

Antes de oferecer qualquer aperitivo ao seu pet, é adequado procurar um médico-veterinário de confiança para receber indicações das quantidades e dos tipos de petiscos que o gato pode comer.

Compartilhe nas redes sociais

0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários
TALVEZ ESTEJA PRECISANDO

Notícias Relacionadas


PUBLLICIDADE

PUBLLICIDADE

Categorias


PUBLLICIDADE
TALVEZ ESTEJA PRECISANDO


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja Muito Mais