Menu

Mais resultados ...

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Search
Close this search box.
PUBLICIDADE

Asterina no Aquário Marinho: Beleza em Miniatura “Vilão ou Mocinha” ?

Asteina no vidro do aquario

Asterina no Aquário Marinho: Pequenos Tesouros do Oceano

Os aquários marinhos são verdadeiros ecossistemas em miniatura, abrigando uma infinidade de seres vivos fascinantes. Entre as criaturas que habitam esses ambientes aquáticos, a Asterina se destaca como uma pequena estrela do mar que cativa os olhares dos entusiastas marinhos. Com suas formas e cores encantadoras, essas estrelas-do-mar em miniatura adicionam um toque especial aos aquários e desempenham um papel importante na manutenção do equilíbrio ecológico.

As Asterinas, pertencentes à família Asterinidae, são encontradas em diferentes regiões dos oceanos ao redor do mundo. Elas são notáveis por sua pequena estatura, geralmente variando de alguns centímetros a poucos centímetros de diâmetro. Sua forma lembra uma estrela, com braços curtos e arredondados que se estendem a partir de um ponto central.

asterina red White

Uma das características mais distintivas da Asterina

Uma das características mais distintivas da Asterina é a sua incrível diversidade de cores. Elas podem ser encontradas em uma ampla gama de tons, incluindo variações de laranja, verde, marrom e até mesmo azul. Essa variedade de coloração acrescenta um espetáculo visual ao aquário, tornando-o mais vibrante e atraente.

Tamanho

Apesar de seu tamanho modesto, a Asterina desempenha um papel importante na manutenção do equilíbrio ecológico do aquário marinho. Elas são animais detritívoros, ou seja, se alimentam de detritos orgânicos presentes no substrato do aquário. Esse comportamento de alimentação ajuda a remover resíduos e restos de alimentos, evitando a acumulação excessiva de matéria orgânica e mantendo a qualidade da água. Além disso, elas também se alimentam de algas indesejadas, como as algas verdes filamentosas, auxiliando no controle do crescimento excessivo dessas algas no aquário.

Asterina yellow

A reprodução

A reprodução da Asterina é fascinante e pode ocorrer tanto assexuadamente quanto sexualmente. Elas têm a capacidade de se regenerar a partir de fragmentos do corpo, permitindo que uma única estrela-do-mar se divida em várias. Essa habilidade regenerativa é um mecanismo de defesa eficaz contra predadores e um fator importante para a sua sobrevivência.

No entanto, como acontece com qualquer organismo vivo, a presença excessiva de Asterinas pode se tornar um problema. Em alguns casos, quando há superpopulação ou falta de alimentos, elas podem começar a se alimentar de invertebrados presentes no aquário como copepodes anfipodes entre outros. Por isso, é importante monitorar e controlar o número de Asterinas no tanque, assegurando que não haja um desequilíbrio prejudicial para os demais habitantes.

Em conclusão

Em conclusão, as Asterinas são pequenos tesouros do oceano que trazem beleza e benefícios para o aquário marinho. Sua forma estrelada e cores vibrantes adicionam um toque encantador ao ambiente aquático. Além disso, sua dieta detritívora e capacidade regenerativa contribuem para a manutenção do equilíbrio ecológico do aquário. Portanto, ao cuidar dessas estrelas-do-mar em miniatura, podemos desfrutar de um ecossistema marinho diversificado e saudável em nossos próprios lares.

Compartilhe nas redes sociais

0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários
TALVEZ ESTEJA PRECISANDO

Notícias Relacionadas


PUBLLICIDADE

PUBLLICIDADE

Categorias


PUBLLICIDADE
TALVEZ ESTEJA PRECISANDO


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja Muito Mais